Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O mar que em mim carrego

Este Blog surgiu como elemento avaliativo da disciplina de Psicologia 12º ano na Escola Secundária de Marco de Canaveses, por iniciativa da Professora Susana Dias. Tenho como objetivo principal, falar neste blog dos mais variados temas.

O mar que em mim carrego

Este Blog surgiu como elemento avaliativo da disciplina de Psicologia 12º ano na Escola Secundária de Marco de Canaveses, por iniciativa da Professora Susana Dias. Tenho como objetivo principal, falar neste blog dos mais variados temas.

11
Jun21

Relações precoces psicologia


Hugo Dengue Baldaia

As relações precoces, aparecem desde muito cedo na vida do ser humano.
Quando ainda bebé, o ser humano cria na maioria dos casos uma relação de afetuosidade para com os criadores, que lhes transmite segurança e conforto.
Essa relação estabelecida tratasse de uma relação precoce.
No caso que nos é explicitado na página 185 do manual, as gémeas Karine e Cindy, apresentam uma disparidade enorme na sua personalidade independentemente do facto de serem irmãs gémeas.
Ambas, estiveram privadas destas relações que falávamos no início deste post, o que fez com que as mesmas tivessem algumas repercussões prejurativas no futuro das irmãs.
Devido ao facto dos seus pais, apresentarem um comportamento invulgar e pouco apropriado para o bem estar das crianças, karine e Cindy, foram entregues a famílias de acolhimento, nas quais se vieram a notar alguns problemas relacionados com a falta das relações precoces.
A gémea Cindy, apesar de tudo, tornar-se-á um indivíduo sociável, ao contrário de Karine, que se torna uma jovem isolada, e que evita qualquer tipo de relação com a sociedade.
Neste caso, podemos afirmar que a mesma problemática, pode afetar dois seres tão próximos de formas tão díspares.
Resume-se que, é de uma importância enormíssima a existência de relações precoces na vida e no crescimento humano.
É imperetrivel que se mantenham estas relações desde o inicio da vida humana entre pais e filhos, ou cuidadores e cuidandos.
Este vínculo que se cria através destas relações precoces, têm um enorme peso no crescimento do ser humano.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub